quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Ansibiker peregrino

Mais um ansibiker com uma história para nos contar com mais uma viagem até Stg. de Compostela. Fiquem com o relato do Wilson.

Foi no dia 3 de Setembro que este ansibiker, integrado num grupo de ansianenses da localidade dos Netos (ALN), partiu em busca dos caminhos de Santiago percorrendo o Caminho Português a partir da Sé do Porto ao longo de penosos, agradáveis, sofridos e espectaculares 260 km.
No primeiro dia chegámos já tarde ao albergue da casa da Recoleta, Tamel - Barcelos, onde comemos uma "maravilhosa" sopa confecionada por um peregrino espanhol que ali pernoitava.

No dia 4 percorremos uns longos 90 km até Mós, após ter ultrepassado a mitica ladeira da Labruje, onde não havia lugar no albergue mas uma simpática galega tudo fez para nos arranjar guarida, o que conseguiu. Na mesma situação estava um catalão de nome Jaume que tem um blog onde descreve diáriamente a sua caminhada. vide: http://camins.calbenido.cat .

No 3º dia fomos nuns tranquilos caminhos até Pádron onde chegámos cedo, descansámos, para fazer os últimos 22 km até à catedral de Santiago de Compostela na madrugada fresca do dia 6.
Não houve acidentes mas sim incidentes, furos... 7, e sempre na mesma bike! mas ultrapassado que foi esse "pequeno" dissabor técnico, todos fizemos a viágem e regressámos a Ansião com uma lembrança para a vida.


2 comentários:

Norberto disse...

Apetece sempre voltar, assim já podem imaginar o espírito aventureiro das dezenas de peregrinos que passam a pé pelo lugar dos Netos por mês!

Retratos e Bonecos disse...

Belo relato, amigo. Sim, foi uma aventura para a vida. Quanto aos sete furos...foram uma aventura dentro da aventura.