segunda-feira, 25 de maio de 2015

9ª Maratona BTT de Ansião - 7JUN2015


Entidade Organizadora: Ansibikers
Apoio: Município de Ansião
Data do Evento: 7 de Junho de 2015
Hora de Início: 9H00
Local: Ansião (Mata Municipal) GPS - Lat. 39º54’45.65’’N – Long. 8º25’58.05’’O

Tipo de Evento:
Maratona: +/- 60 km, dificuldade Técnica/Física – Média/Média
Meia Maratona: +/- 40 km, dificuldade Técnica/Física -Média/Média

Inscrições:
Formulário de Inscrição
Lista de Inscritos

Valor da inscrição:
Simples: 12 Euros
C/ almoço: 16 Euros
Acompanhantes: 6 Euros* (maiores de 8 anos) c/almoço e caminhada

Termo de responsabilidade para menores de 18 anos - Imprimir Documento

Pagamentos
Pagamentos para: nib 0045 3370 40235090290 46
Enviar comprovativo para: ansibikers@gmail.com
(aquando do envio do comprovativo identificar nome do atleta e respectiva equipa)
Inclui: seguro, reforços, banhos, almoço, brindes.

Prazo de Inscrições
Até 4 de Junho de 2015 até às 24h (5ª Feira)

Contactos da Organização:
Email: ansibikers@gmail.com
Inscrições: 964 396 669 (Tiago Lopes)
Outros assuntos: 916 004 732 (Zé Ramalho)                             

Local do Secretariado: Pavilhão Municipal de Ansião (Dia da Prova).

Prémios:
MARATONA

1º Classificado Masculino: Troféu + Cabaz + Vale 100€ (a definir)
2º Classificado Masculino: Troféu + Cabaz + Vale 75€ (a definir)
3º Classificado Masculino: Troféu + Cabaz + Vale 50€ (a definir)

1º Classificado Feminino: Troféu + Cabaz + Vale 75€ (a definir)
2º Classificado Feminino: Troféu + Cabaz
3º Classificado Feminino: Troféu + Cabaz

MEIA-MARATONA
1º Classificado Masculino : Troféu
2º Classificado Masculino: Troféu
3º Classificado Masculino : Troféu

1º Classificado Feminino: Troféu
2º Classificado Feminino: Troféu
3º Classificado Feminino: Troféu

EQUIPAS (critério de atribuição: equipas mais numerosa)
1ª Classificada: Troféu
2ª Classificada: Troféu
3ª Classificada: Troféu

VENCEDOR POR CATEGORIA (Escalões Maratona Apenas Masculinos)
1º Classificado: Medalha
2º Classificado: Medalha
3º Classificado: Medalha

Escalões Maratona
- Sub23 Masculinos (até 22 anos)
– Elite Masculinos (23/29 anos)
– Veteranos A Masculinos (30/39 anos)
– Veteranos B Masculinos (40/49 anos)
– Veteranos C Masculinos (com 50 ou mais anos)

Outras informações:
- Onde Ficar: Será disponibilizado em solo duro, nas instalações dos Bombeiros Voluntários de Ansião, local para dormida e banhos na noite que antecede a 9ª Maratona de BTT ( noite de 6 para 7 Junho).
Os atletas e acompanhantes interessados em pernoitar tem que se fazer acompanhar do respectivo material (saco-cama, esteira, cobertor, toalha etc)

- Estacionamento (antigo campo de futebol), secretariado (pavilhão municipal), banhos(pavilhão municipal), lavagem de bikes (junto ao pavilhão municipal), almoço (mata municipal) e entrega de prémios (mata municipal), tudo junto ao local de Partida/Chegada.

- Caminhada com organização da “Associação do Lugar dos Netos”, para acompanhantes. Terá dificuldade media/baixa e cerca de 12 Km’s. NOTA: a caminhada terá início/fim no Lugar dos Netos que dista cerca de 4 Km’s do local da partida. Assim, os participantes serão deslocados para esse local em autocarro do Município que se encontra na Mata Municipal logo após a partida da Maratona. A mesma viatura efectuará também o regresso dos participante à Mata Municipal.

Video da 8ª Maratona BTT de Ansião, editado e realizado por Rita Pires - Ansião TV


Apoios e Patrocinadores:
- Município de Ansião
- Junta de Freguesia de Ansião
- Junta de Freguesia de Santiago da Guarda
- Junta de Freguesia de Chão de Couce
- Junta de Freguesia de Pousaflores
- Associação Florestal do Concelho de Ansião
- Bombeiros Voluntários de Ansião
- Rádio Vida Nova 105.5FM - Ansião
- Caixa de Credito Agricola - Ansião
- Galgas Azeite Tradicional
- Licor Beirão
- Intermarche de Ansião
- Friesen, Industria de Madeiras Lda
- Lena Optica
- Sabseg.pt Seguros

Links úteis
- Informações
- Inscrição
- Lista de Inscritos
- Apoios
- Regulamento
- Prémios

Divulgação também em :
PortalBTT
ForumBTT

quinta-feira, 21 de maio de 2015

9ª Maratona BTT de Ansião - Prémios e Brindes

Estes serão alguns dos troféus e brindes a entregar para os primeiros classificados na 9ª Maratona BTT de Ansião.

Troféus

Medalhas

Cabazes

Vale Lena Optica de 100€ para o 1º Classificado Masculino da Maratona

Vale Lena Optica de 75€ para o 2º Classificado Masculino da Maratona


Vale Lena Optica de 50€ para o 3º Classificado Masculino da Maratona

Vale Lena Optica de 75€ para o 1º Classificado Feminino da Maratona

4 Vales Oferta para Inscrição na 10ª Maratona BTT de Ansião
(2 para o 1º classificado masculino e feminino da Maratona,
2 para sortear pelos participantes)

Vale a Sortear no valor de 25€ em refeições no Restaurante Caracol

Brindes



domingo, 17 de maio de 2015

PERCURSO - 9ª Maratona BTT de Ansião 2015

Percurso Maratona (+/- 60km)



Diferenças de Altitudes 283 Metros 
Acumulado 1.342 Metros



Percurso Meia Maratona (+/- 40km)



Diferenças de Altitudes 255 Metros 
Acumulado 979 Metros


Fotos do Percurso

domingo, 10 de maio de 2015

Caminho de Santiago Português do Interior - 1 a 8 Maio 2015

Caminho de Santiago Português do Interior
Ansião – Miranda do Corvo – Vila Nova de Poiares – Stª Comba Dão - Viseu – Castro D’aire – Lamego – Peso da Régua - Vila Real – Vila Pouca de Aguiar - Chaves - Verin – Xinso de Limia – Allariz - Orense – Cea – Silleda – Santiago de Compostela.

Vídeo resumo das etapas

1ª Etapa – Ansião a St.ª Comba Dão, 86 km, subida acumulada 1.396 m, descida acumulada 1.444 m.

Depois de Ansião partimos para a ponte do Espinhal, da nascente do Rio Dueça percorremos ao longo do seu leito até a Godinhela onde fizemos uma pequena paragem para repor as energias e verificar o equipamento. Chegada a Miranda do Corvo a ideia era seguir pela linha até perto da Lousã mas como não tínhamos a certeza do estado de pavimento não arriscamos. Deixamos para trás a N342 e siga ao longo de um estradão florestal muito rolante, na direção de Poiáres a primeira dificuldade em Casal de Ermio atalho por caminho com algum mato que no seu final uma pequena subida de 100 m mas fácil a transição. Já em Poiáres a paragem para o almoço rápido. Subida à Serra de S.Pedro Dias e ultrapassado o “Cabeço da Velha” descida fantástica até à praia fluvial de Vimieiro local de uma pequena visita para a foto nas suas azenhas com a sua imponente represa onde foram captadas algumas imagens para a serie “Beirais” da RTP. Seguida para Travanca do Mondego encontramos a barragem da Aguieira e a passagem no novo tabuleiro da Ponte da Foz do Rio Dão, IP3 (obras que parecem não ter fim). Chegada a St.ª Comba Dão pelas 18h, depois de uma pequena visita atribulada a esta localidade procuramos os Bombeiros Voluntários para pernoitar onde fomos bem recebidos com toda a cortesia e simpatia. Estadia modesta local onde jantamos e descansamos para a próxima etapa. Este troço é muito fácil de se percorrer de bicicleta ou apé, uma excelente ligação do Caminho Português de Santiago ao Caminho do Interior, pouco trânsito automóvel por estrada secundárias, caminhos rurais e florestais, paisagens magníficas e pontos de paragem com parques, comercio e restaurantes.

             

        

2ª Etapa –St.ª Comba Dão a Castro D’aire, 100 km, subida acumulada 1.646 m, descida acumulada 1.269 m.

Saida de Santa Comba Dão em direção à estação que antecede à recente EcoPista do Dão uma infraestrutura de aproveitamento da antiga linha de comboio para Viseu ao longo de 50 km com pavimento muito bom para rolar, uma pequena pausa em Tonda e para café na antiga estação de Parada de Gonta. Mesmo no fim da linha paramos para um generoso almoço em Viseu onde a fase inicial do caminho circula pela cidade, dirigimo-nos para norte por alguma pequenas localidades e entramos em Pousa Maria numa via romana com cerca de 3 km até Almargem. Seguindo-se o sobe e desce temível deste troço, apesar de alguma dificuldade nas subidas muitas vezes a pé o percurso é muito bonito e vale a pena, destacamos a aldeia de Cabrum e sua ribeira. A partir de Vila Meã uma grade descida até Moledo seguida de uma brutal subida a qual optamos por ir por estrada até Mões. Perdendo parte do caminho e com tempo limitado desviamos pela N2 até Castro D’aire, que assim desta forma perdemos os últimos 10 km do caminho marcado. Já na cidade pelas 20h, procuramos novamente os aposentos dos Bombeiros Voluntários para pernoita que nos receberam hospedeiramente, os quais deixa-mos aqui os nossos agradecimentos.




3ª Etapa – Castro D’aire a Peso da Régua, 45 km, subida acumulada 659 m, descida acumulada 1.144 m.

Saída de Castro D’aire e acesso ao caminho pela N2, 3 km entra-se novamente num trilho que dá acesso a mais uma via romana ao longo do rio Alva, trilho de difícil progressão em bicicleta com a descida para a Ponte Velha de Moura Morta. A partir de Mézio onde paramos junto à bonita capela de Senhora das Antas para uma foto seguia-se para o “Alto do Cotos” na serra do Montemuro a 970 de altitude, trilho muito bonito com vistas fantásticas (com sol). A partir deste ponto é sempre a descer. Paragem em Bigorne para o café e continuação a descer quase sempre pela N2 até Penude onde paramos para uma visita a sua igreja matriz. Passagem rápida por Lamego onde começou a chover fortemente, mais uma vez optou pela grande descida por estada, perdendo o caminho até Peso da Régua. O mau tempo que se fazia sentir levou-nos a abortar a viagem. Já na cidade da Régua resolvemos procurar estadia e pernoitar. Neste fim de tarde deu tempo para visitar alguns locais interessantes desta cidade como a Fundação Museu do Douro onde tivemos a oportunidade de provar alguns dos melhores vinhos do Porto.     



4ª Etapa –Peso da Régua a Chaves, 92 km, subida acumulada 1.795 m, descida acumulada 1.427 m.


Depois de um dia perdido devido ao mau tempo na Régua devíamos-mos do caminho original de Santiago até Vila Real o qual parece difícil a progressão em bicicleta optamos por conhecer e seguir pela antiga linha de comboio do Corgo, uma magnifica alternativa que aconselhamos para “bicigrinos” esta via encontra-se em muito bom estado ao nível do piso mas com muitas giestas e outros arvoredos incómodos nos primeiros 5 km, sempre ligeiramente a subir ao longo de cerca de 22 km. Vila Real da estação ao centro onde se percorre algumas das bonitas ruas do centro histórico desta cidade, local de paragem para reabastecimento e visita à igreja dos Clérigos. Seguido para norte entre caminhos rurais parando em Coêdo para uma pequena pausa, continuamos para Escariz onde voltamos novamente à EN2 ate voltar a sair por atalho muito difícil em via romana em Benagouro, a partir daqui optamos pela estrada devido á grande descida e subida do vale de Vilarinho de Samardã, desvio que liga o caminho à antiga linha de comboio convertida recentemente em EcoPista do Corvo, via onde voltamos a entrar em Ferreirinho até Vila Pouca de Aguiar onde paramos para almoçar. Continuando a descida pelo caminho marcado até Sampaio onde devido à lama desviamos pela EcoPista até Pedras Salgadas e Vidago, a partir desta localidade voltamos ao caminho e subimos por caminhos muito bonitos até ao alto de São Pedro de Agostem com visita ao santuário da Senhora da Saúde. Chegada a Chaves pelas 19h e albergaria nas instalações dos Bombeiros Voluntários Flavienses.  




5ª Etapa – Chaves a Ourense, 107 km, subida acumulada 1.560 m, descida acumulada 1.684 m.

Saída de Chaves pela antiga via fronteiriça que nos leva à carismáticas localidades de Vilarinho e Vilarelho da Raia com passagem privilegiada para Espanha pelo caminho que nos leva até Verín praticamente plano, só mais à frente em Albarellos encontramos a grande subida até a Rebordondo a qual fizemos por estrada devido ao caminho nesta encosta ser difícil, já no alto da serra é a grande descida pelo trilho muito técnico até a Villaderrey localidade onde almoçamos. De novo no caminho este estende-se por uma vasta planície de campos de cultivo quase sempre plano e a rolar bem até a Piñeira de Arcos passando por Xizo de Limia e Sandiás. Em Torneiro a propriedade agropecuária encontramos alguns obstáculos com caminhos da pastorícia de difícil transponibilidade mas já no alto um magnífico trilho ou caminho romano que em descida alucinante nos leva até a Allariz localidade de paragem obrigatória devido à sua beleza urbana entre outras coisas bonitas. De Roiriz até Pereiras quase 10 km dos mais belos trilhos do caminho entre vias romanas e caminhos rurais. Depois do Polo Industrial de A Zamorana segue-se a entrada na cidade de Ourense até ao Mosteiro de San Francisco onde se situa o albergue, na impossibilidade da recolha e guarda de bicicletas optamos por uma hospedaria privada onde pernoitamos confortavelmente.



6ª Etapa –Ourense a Santiago de Compostela, 106 km, subida acumulada 2.208 m, descida acumulada 2.102 m.

Depois de algumas voltas no meio do trânsito deixamos esta cidade pela majestosa ponte romana sobre o rio Minho em Ourense, seguido de uma acentuada subida empedrada até à ermida de San Marcos da Costa pela calçada do caminho real. Sempre em subida por estradões rolantes até ao planalto de Sartédigos e Tamallancos este troço já com alguma evidencia na passagem de peregrinos já que coincide co a famosa Via de La Plata ou Caminho Sanabrês de Santiago, pontes romanas cruzeiros e muitas arvores de grande porte. Cea local onde se pode optar pela via mais rápida ou pela via de Oseira, mais dura mas mais bonita e interessante pela serra Martiñá, via romana com passagem pelo Mosteiro de Santa María la Real de Oseira que merece uma visita profunda, com o tempo limitado, optamos pela via mais curta entre Cea e O Reino seguindo pela N525 para ganhar tempo o que nos levou a perder parte do caminho original até San Martiño, voltando novamente ao troço em Santo Domingo onde se percorre por estradão até A Estación onde paramos para o almoço. Num sobe e desce contante por caminhos lindíssimos até entrar novamente na estrada no Polígono Industrial Lalín. Voltinha rápida e registo de passagem em Silleda e continuar até Bandeira, novamente no caminho seguimos para a vertiginosa descida ao vale do rio Ulla apreciado a antiga ponte de comboio e a nova imponente replica do TGV construída por portugueses. Seguia-se a subida e por falta de tempo optamos nos últimos 20 km até quase a Santiago por estrada. Nos últimos 2 kms seguimos pelo caminho passando sobre a linha férrea, local marcado pelo grande acidente ferroviário em 2013. Apos este local comtemplamos ao longe as torres da catedral de Santiago que marcou a nossa chegada. Depois de registar o fim da nossa peregrinação seguimos para os aposentos e descansar desta grande etapa das nossas vidas.

No dia seguinte a protocolar visita a catedral e pelas 12h missa do peregrino, na qual fomos abençoados pelo Senhor Santiago. 




Track GPS original

Este track é o caminho original marcado a partir de Viseu, com apenas 2 adaptações: 1ª Ansião a Santa Comba e EcoPista do Dão até Viseu; 2ª Peso da Régua a Vila Real (Linha do Corgo). Relativamente à nossa viagem em alguns trilhos optamos pela estrada visto que alguns são difíceis de transitar de bicicleta. O caminho marcado começa sensivelmente em Farminhão, cerca de 10 km de Viseu. Este track é indispensável porque as marcações não ajudam muito ou perdem-se frequentemente, principalmente em Portugal, em Espanha as marcações são muito antigas e tem algumas alterações devido a cortes de novas estradas viárias.
Para os que pretenderem fazer este track na integra, prometemos que não se vão arrepender é um caminho muito bonito e interessante. Bom Caminho!



sábado, 25 de abril de 2015

Rescaldo do Ansibikers Ca'minha - 25 Abril 2015



Hoje não havia, bicicletas nem corrida, apenas caminhada por alguns dos locais que merecem uma passagem e que muitos certamente não conhecem, apesar de estarem tão próximos de nós.

E foi assim que começamos em Trás De Figueiró mais uma edição do Caminha. Na 1ª metade do percurso passou-se pelo Alvorge, onde parámos para conhecer o Centro Etnográfico, depois uma Visita Sacro cultural na Capela da Senhora da Orada na Granja em Santiago da Guarda, de seguida fomos direitos a Santiago da Guarda onde fizémos uma paragem para realizar o nosso almoço convívio.

Depois de carregadas as baterias foi voltar a aquecer os músculos e completar o restante percurso, que por meio de trilhos da região nos trouxe até Ansião, tendo terminado no Parque Verde do Nabão onde realizámos os alongamentos e onde todos os participantes e colaboradores receberam uma pequena lembrança com produtos endógenos da região.
Um dia que prometia muita chuva mas que acabou por ser um dia com uma temperatura muito agradável para caminhar, mesmo que com umas escapadelas da chuva que de vez em quando teimava em cair.

A todos os presentes os AnsiBikers aproveitam para agradecer a vossa presença neste evento que pretende mostrar muitos dos belos locais que temos pela região e também promover o convívio entre as pessoas.


Até a uma próxima.

Fotos (ainda serão adicionadas mais algumas)

Vídeo
Percurso


quarta-feira, 22 de abril de 2015

Ansibikers Ca'minha - 25 Abril 2015





Percurso pedestre com traçado misto e trilhos, alguns deles apenas utilizados por caçadores, animais selvagens e praticantes de BTT.

O percurso terá uma extensão de 20 km (aproximadamente) e com dificuldade média.

Os ca'minheiros podem contemplar a magnifica paisagem, fazer observação de vestígios da existência de diversas espécies da fauna ( javali, coelho, raposa, esquilo, águia, perdizes, melros, …) e flora (rosmaninho, Erva de Santa Maria, Tomilho, ...)




Programa para o dia 25 Abril 2015
9h00 – Concentração/recepção aos Ca`minheiros - Praça do Município Ansião.
9h15 - Viagem em autocarro e deslocação para o local onde se dará início da Ca`minhada
9H30 – Inicio do Ca` minha
10h30 – Regresso ao passado – visita etnográfica (30 min)
11h45 – Visita Sacro cultural -igreja quinhentista (10 min)
13h00 – Pausa para merenda, momento de partilha e confraternização (1h00)

Limite de Inscritos: 50 participantes
Confirmação de inscrição (inclui o pagamento e envio de comprovativo para o email, com respectiva identificação) até ao dia 21 de Abril de 2015

Pagamentos para: nib 0045 3370 40235090290 46

Preço de Inscrição: 7 caminhadas

Lista de Inscritos

NOTA: Este evento não se encontra coberto por qualquer tipo de apólice de seguro.

Dicas para o dia da Caminhada
- O que levar na mochila?
Alimentação e equipamento, adequado para Caminhadas:

- A alimentação e água é de extrema importância. A Cada um compete carregar na medida da sua necessidade, nunca em excesso pois o peso dificulta a locomoção. Recomenda-se (água, sumos, barritas de cereais, madalenas, fruta…) para o percurso.

. A Organização contribuirá também para a merenda; no entanto lembramos que, devem levar algo que deverá, ser partilhado por todos e entre todos, em convivo fraterno.

- Utilizar meias e calçado apropriados para caminhadas, fundamental para o conforto dos pés.

-Utilizar de preferência botas/ténis de caminhada com algum uso + 1 par meias algodão querendo trocar a meio.

- Roupa Confortável- Preferencialmente calças que não dificultem os movimentos. Os calções facilitam o ataque por insectos e a coceira nas pernas pelo atrito com a vegetação.

Alguns cuidados:
- Deite o lixo apenas nos locais apropriados.
- Seja responsável! Caminhe e divirta-se!

Recomendamos ainda: camera de filmar / fotos, binóculos, óculos de sol, boné, analgésicos.

Apoios: Turismo Municipal 

Informações: Tel. 916004732 - Zé Ramalho ou ansibikers@gmail.com

Inscrições Encerradas

sábado, 18 de abril de 2015

sábado, 11 de abril de 2015

9ª Maratona BTT de Ansião - Novo Trilho

Manha de trabalho para preparar novo trilho a estrear na 9ª Maratona BTT de Ansião .
Recordamos que o prazo de inscrições é até 4 de Junho de 2015.




domingo, 5 de abril de 2015

Percurso – 9ª Maratona BTT de Ansião


Depois de o desenho deste novo traçado feito é altura de investigar no terreno. Hoje realizou-se um reconhecimento dos primeiros 20 km e concluímos que alguns locais carecem de intervenção na limpeza e arranjos para proporcionar aos que nos visitam e aos participantes neste evento mais algumas novas trilhas para desfrutar.
O percurso, ainda em fase de estudo, Maratona (Percurso Longo) ira ter uma extensão total de 60 km com cerca de 1300 metros de acumulado, sendo os primeiros 40 km comuns à Meia-maratona (Percurso Curto). Este inclui alguns trilhos já conhecidos como o Trilho do Javali, Trilho do Mouro, Trilho da Quinta de Cima, Pedreiras e Olhos d`Água entre outros.

domingo, 22 de março de 2015

XV Ori BTT NADA / Campeonato Ibérico Feminino - Albergaria dos Doze

XV Ori BTT NADA / Campeonato Ibérico Feminino

Taça de Portugal de Orientação em BTT

Liga Espanhola de O-BM

Campeonato Ibérico Feminino

Albergaria dos Doze, 18 e 19 de Abril 2015

O evento será constituído por duas etapas. No sábado decorrera  a prova de distância longa e no domingo a prova de distância média.
A participação é aberta a atletas federados e não federados podendo participar num dos escalões previstos, individualmente ou em grupo.

toda info: www.nada.web.pt

domingo, 15 de março de 2015

RESCALDO - III Trail Terras de Ansião - 15MAR2014

Os AnsiBikers vem desta forma agradecer a todos os atletas do Trail Longo, Trail Curto e Caminhada que marcaram hoje presença no III Trail Terras de Ansião.

Demos tudo e mais alguma coisa para preparar um evento que fosse do agrado de todos. Sabemos que existe sempre algo a melhorar mas é passo a passo que pretendemos ir corrigindo os pontos menos positivos. 
Temos também a ideia que os pontos positivos também são muitos e que nos dá confiança e animo para organizar mais eventos de forma a ajudar a divulgar os trilhos da região.
Agradecer também aos patrocinadores que são sempre um pilar importante para poder organizar este tipo de eventos.

Ao todo foram cerca de 600 atletas que marcaram presença, dividos pelas 3 tipos de prova.

Esperamos que tenham gostado de mais este evento Ansibiker e que voltem numa próxima oportunidade, que poderá ser no dia 7 de Junho na 9ª Maratona BTT de Ansião.

Em baixo será com o tempo disponibilizada toda a informação, fotos e vídeos disponíveis do evento, contamos também com os vossos comentários e com as vossas partilhas.
Obrigado a todos.
AnsiBikers

Classificações

Trail Longo

Classificação Trail Longo Geral
LugarDorsalNomeEquipaHora ChegadaTempo
1668Marco Carlos C. CarvalhoFireTeamBVMC11:46:032:13:03
2687Paulo André P. S. CarvalhoO MUNDO DA CORRIDA11:46:062:13:06
3614Carlos CorreiaO MUNDO DA CORRIDA11:47:272:14:27

Classificação Trail Longo Geral - Masculino
LugarDorsalNomeEquipaHora ChegadaTempo
1668Marco Carlos C. CarvalhoFireTeamBVMC11:46:032:13:03
2687Paulo André P. S. CarvalhoO MUNDO DA CORRIDA11:46:062:13:06
3614Carlos CorreiaO MUNDO DA CORRIDA11:47:272:14:27

Classificação Trail Longo Geral - MSeniores (18-39)
LugarDorsalNomeEquipaHora ChegadaTempo
1687Paulo André P. S. CarvalhoO MUNDO DA CORRIDA11:46:062:13:06
2614Carlos CorreiaO MUNDO DA CORRIDA11:47:272:14:27
3624Fernando CarvalhoO MUNDO DA CORRIDA11:53:162:20:16

Classificação Trail Longo Geral - M40 (40-49)
LugarDorsalNomeEquipaHora ChegadaTempo
1668Marco Carlos C. CarvalhoFireTeamBVMC11:46:032:13:03
2651José Carlos LealBttrain11:54:072:21:07
3694Pedro José Lopes CaetanoAbutres Running Team12:02:322:29:32

Classificação Trail Longo Geral - M50 (50-59)
LugarDorsalNomeEquipaHora ChegadaTempo
1606António Costa GraçaFree Runners12:04:212:31:21
2698Renato Alexandre RamosG.R. GRANDES ROTAS CLUBE12:06:302:33:30
3638Jaime Henrique Z SousaAnsibikers12:39:233:06:23

Classificação Trail Longo Geral - M60 (>60)
LugarDorsalNomeEquipaHora ChegadaTempo
1632Henrique Adregaamigosdacorrida.com12:22:032:49:03
2654José Francisco C. EufrásioClube Fluvial de Coimbra12:32:272:59:27
3608António Quintas Beloamigosdacorrida.com12:47:533:14:53

Classificação Trail Longo Geral - Feminino
LugarDorsalNomeEquipaHora ChegadaTempo
1710Sílvia Raquel P. F. FerreiraClube Veteranos do Liz12:47:503:14:50
2702Rita GasparCTAD Trilhos de Cinfães13:03:493:30:49
3659Lucia MartinsO MUNDO DA CORRIDA13:06:313:33:31

Classificação Trail Longo Geral - FSeniores (18-39)
LugarDorsalNomeEquipaHora ChegadaTempo
1702Rita GasparCTAD Trilhos de Cinfães13:03:493:30:49
2659Lucia MartinsO MUNDO DA CORRIDA13:06:313:33:31
3670Maria Helena Rodr. Santanaindividual13:07:183:34:18

Classificação Trail Longo Geral - F40 (40-49)
LugarDorsalNomeEquipaHora ChegadaTempo
1710Sílvia Raquel P. F. FerreiraClube Veteranos do Liz12:47:503:14:50
2602Ana Cristina Vilelaos mixórdia13:32:413:59:41
3603Ana Maria Matias LopesLágrimas Team14:37:495:04:49

Trail Curto
Classificação Trail Curto Geral
LugarDorsalNomeEquipaHora ChegadaTempo
1521Tony Ferreira MaiaOurém Vida10:48:271:15:27
2445Manuel Socorro G AlvesMontanha Clube Trail Running10:52:451:19:45
3340Celso Cristiano marquesIndividual10:54:481:21:48

Classificação Trail Curto Geral - Masculino
LugarDorsalNomeEquipaHora ChegadaTempo
1521Tony Ferreira MaiaOurém Vida10:48:271:15:27
2445Manuel Socorro G AlvesMontanha Clube Trail Running10:52:451:19:45
3340Celso Cristiano marquesIndividual10:54:481:21:48

Classificação Trail Curto Geral - Feminino
LugarDorsalNomeEquipaHora ChegadaTempo
1342Cláudia M Oliveira TorresIndividual11:17:451:44:45
2309Ana Margarida A CristinaNinita Personal Treiner11:17:541:44:54
3332Carla Isabel CS SantosMontanha Clube Trail Running11:20:291:47:29

Fotos (em actualização)
III Trail Terras de Ansião_1 de 2 - Municipio de Ansião
III Trail Terras de Ansião_2 de 2 - Municipio de Ansião
- Fotos de José Antunes
- Fotos de FotoVitoria (WebSite | Facebook)
- Fotos do Zé

Fotos de AnsiBikers 1

Fotos de AnsiBikers 2

Fotos de Ansibikers 3

Fotos de AnsiãoTV (www.ansiaotv/on | meo kanal 731 267)

Vídeos

Vídeo realizado por AnsiãoTv



Vídeo de TrailTV


Outros artigos sobre o III Trail Terras de Ansião
cm-ansiao.pt
nel.pt
cscrfcharneca.com
abutres.net
viper5000pt.blogspot.pt

Publicação no Jornal de Leiria de 19 de Março