quinta-feira, 13 de novembro de 2008

Visita à casa de Xisto “O Fim do Mundo”

Manhã fresca de Domingo dia 09 de Novembro de 2008, juntaram-se quatro Ansibikers no ponto de encontro habitual, com destino à paradisíaca serra da Lousã. Eram cerca das 9:00 da matina e já nos encontrávamos no sopé da serra a fazer os últimos preparativos.
Esperava-nos umas quantas pedaladas até conseguirmos atingir o topo. Foram cerca de 11Kms durante uma hora, e sempre a subir. Belo treino! A beleza da serra faz esquecer a qualquer um o quanto fatigante se possa tornar.
Atingido o cume, foi tempo de relaxar um pouco, maravilhar as vistas com a linda paisagem e reorientar a próxima etapa. Por estradas e estradões, conseguimos alcançar a primeira de muitas das aldeias de xisto que se confundem por meio de tanta vegetação ao longo da serra. Manhã fresca, poucas almas vivas, mas as que encontrávamos, recebiam-nos com a maior das cortesias. Gente pacata e humilde. Habituaram-se aquela forma de vida, sem luxos, onde o que importa é desfrutar o que de belo a natureza nos pode proporcionar.
Por entre casas de xisto, onde existem longas escadarias em pedra e acompanhadas de regatos, caminhos de “cabra”, e entre muita vegetação, onde predomina o castanheiro, conseguimos chegar à casa com a placa – “O Fim do Mundo”. Porquê este nome? Batemos à porta para tentarmos obter resposta, mas não se encontrava ninguém. Na verdade ela existe mesmo!
Seguimos viajem e alcançamos uma outra aldeia. Tínhamos partido com o objectivo de irmos à tasquinha deliciarmo-nos com um “licorzinho”. Estava encerrada. Mas, descobrimos o “restaurante” da Ti Lena onde fomos muito bem recebidos. Que bela casa de repasto ali mesmo na serra! Quem entra fica maravilhado com o interior todo em pedra e madeira, muito bem decorado e muito acolhedor. E os pratos servidos? Oferece, desde o belo cabrito com castanhas, o bacalhau com batata a murro e o pato com arroz. As sobremesas, umas quantas e deliciosas… Aqui bebemos um licor de bolota. Mas que belo licor produzido ali na Serra. Muito agradável mesmo.
A hora já ia adiantada, tínhamos que seguir viajem. Descemos a serra, mais uma vez por pequenos caminhos, subidas, descidas vertiginosas, entre belíssimas paisagens de castanheiros e pontes de madeira sobre pequenos riachos que percorrem a serra. Magnifico!
Por volta do ½ dia já nos encontrávamos novamente no ponto de partida. Tínhamos percorridos 30 kms e todos partilhávamos da mesma opinião: Excelente, excelente, excelente!! Por nós será para repetir muito em breve, mas com um belo repasto no restaurante da Ti Alice, sem dúvida.
Gostaríamos de deixar aqui o convite aos outros colegas Ansibikers para nos acompanharem nessa próxima digressão, com a certeza que no final dirão que querem voltar… muito em breve!!
Obrigado Pedro Fidalgo, Ramiro e Zé ramalho, pela agradável manhã que passamos juntos!!

Nuno Costa





2 comentários:

Agenda BTT Alentejo disse...

Escrevo-vos aqui este comentário para vos informar que nomeei o vosso blog para o Prémio Dardos, pelo trabalho de excelência que têm promovido no vosso recente blog.
Para mais informação visitem o blog
http://agendabttalentejo.blogspot.com/

Anónimo disse...

Uma delícia para os sentidos...:)
Consegui visualizar a paisagem e sentir os cheiros e os sabores.
Sem dúvida um local a visitar e desfrutar... de preferência com visita guiada ;)
A. M. Franco